PCR realiza programação para lembrar Dia Nacional Contra o Fumo
28/08/2019 22:35 em Serviço

 

Ao longo desta semana, a Prefeitura do Recife promove diversas atividades gratuitas e abertas ao público em alusão ao Dia Nacional Contra o Fumo, celebrado nesta quinta-feira (29). A Secretaria de Saúde do Recife vem desenvolvendo ações em diversas Unidades de Saúde da Família e em escolas municipais cobertas pelo Programa de Saúde nas Escolas (PSE). Nesta quinta, o evento será no edifício sede da PCR.

 

Entre as atividades da campanha de sensibilização sobre os malefícios do cigarro, estão sendo feitas rodas de diálogo sobre o tema, palestras para os pacientes que estejam aguardando por consulta nas unidades, distribuição de material educativo referente ao tabagismo e apresentações culturais e artísticas, com a participação da equipe de Teatro do Consultório de Rua - voltado aos usuários de drogas que vivem nas ruas do Recife.

 

Na ação do edifício-sede da PCR, organizada para Sesau em parceria com a Secretaria de Administração e Gestão de Pessoas, haverá avaliação física com profissionais do Programa Academia da Cidade (PAC), atividades corporais com profissionais das Práticas Integrativas e Complementares em Saúde (Pics) e sensibilização através de esquetes teatrais do Consultório de Rua. Além disso, os profissionais dos Centros de Apoio Psicossocial Álcool e outras Drogas (Caps AD) ministrarão palestras sobre questões relacionadas ao tabagismo e sobre os tratamentos disponíveis na rede municipal.

 

Na quinta, também serão realizadas ações voltadas ao tabagismo para comemorar os 15 anos de funcionamento do Caps AD Estação Vicente Araújo, no Rosarinho. Pela manhã, haverá debates sobre redução de danos e a importância do Caps na vida dos usuários, família e comunidade. À tarde, os profissionais discutirão "Os avanços e desafios da política de álcool e outras drogas" em mesa temática, com a participação do coordenador da Escola Livre de Redução de Danos, Arturo Escobar, e Priscila Gadelha, do Conselho Estadual de Políticas Públicas Sobre Drogas (Cepod). O evento é gratuito e aberto ao público.

 

Na noite da quinta, a Vigilância Sanitária do Recife vai intensificar ações em boates, bares e casas de festas para coibir o uso do cigarro em ambientes fechados, conforme determina a Lei Antifumo (Lei Federal n° 12.546/11).

 

DADOS - O Dia Nacional de Combate ao Fumo foi criado em 1986 com o objetivo de dar visibilidade à prevenção e ao controle do tabagismo. A celebração da data visa aumentar a conscientização sobre os efeitos nocivos e letais do uso do tabaco, assim como da exposição ao fumo passivo. Segundo a Organização Mundial de Saúde (OMS), o tabagismo é uma epidemia global, responsável por cerca de seis milhões de mortes a cada ano, das quais mais de 600 mil por tabagismo passivo.

 

O tabagismo é a principal causa de morte evitável em todo o mundo, sendo responsável por 63% dos óbitos relacionados às doenças crônicas não transmissíveis. Destes, o tabagismo é responsável por 85% das mortes por doença pulmonar crônica (bronquite e enfisema), 30% dos óbitos por diversos tipos de câncer, 25% das mortes por doença coronariana (angina e infarto) e 25% dos óbitos por acidente vascular cerebral (AVC).

 

RECIFE - Em relação ao hábito de fumar, segundo dados do Ministério da Saúde, o Recife registrou uma redução de 37,4% do tabagismo (passou de 14,7% de prevalência em 2006 para 9,2% em 2017). Quanto ao sexo, o hábito de fumar é mais verificado nos homens do que nas mulheres e, em ambos os sexos, vêm ocorrendo uma redução gradativa desse hábito. A proporção de mulheres fumantes passou de 11% em 2006 para 6,8% em 2017, enquanto a proporção de homens fumantes passou de 19,3% para 12,2% no mesmo período. Verifica-se também uma diminuição dos fumantes passivos de 2009 a 2017, tanto no domicilio (33,5%) como no local de trabalho (44%).

 

Segundo a Secretaria de Saúde do Recife, 4,5% dos usuários cadastrados na Atenção Básica (24 mil pessoas) são fumantes. Nas escolas públicas e privadas da capital pernambucana, 12% dos estudantes do 9º ano já experimentaram cigarro - menor índice entre as capitais, segundo o IBGE. No Brasil, esse percentual chega a 18,4%. No Recife, 21% dos pais dos alunos do 9º ano fumam (pelo menos um dos dois pais ou responsáveis), de acordo com o Ministério da Saúde. No País, esse índice passa dos 26%.

 

TRATAMENTO – A Secretaria de Saúde do Recife disponibiliza tratamento para quem fuma em cinco Caps AD, onde há grupos de tabagismo, além do tratamento individual. Os interessados podem procurar os Caps espontaneamente ou podem tirar dúvidas pelo telefone 3355-2821/9362 ou pelo e-mail: saudementalad@gmail.com.

 

Programação da PCR:

 

Quinta-feira (29)

Atividade: Avaliação física, práticas corporais, apresentação de esquete teatral e orientações sobre tabagismo com profissionais dos Caps AD

Local: Térreo do edifício-sede da Prefeitura do Recife

Horário: 8h às 12h

Atividade 2: Visa intensifica ações para coibir o uso do cigarro em ambientes fechados

Local:  Boates, bares e casas de festas do Centro do Recife

Horário: 19h 

 

 

 

 

Fonte: PCR

COMENTÁRIOS
Comentário enviado com sucesso!